Nenhum usuário logado Login / Cadastro
   Seu navegador está desatualizado e não possui capacidade para visualizar todos os recursos deste Site
   Recomendamos Mozilla Firefox, Chrome e Safari.
aguarde

Linux Loader
Edily Cesar Medule

30/01/2013

O Lilo é o menu de boot utilizado no Slackware, hoje em dia quase todas
as versões de linux usam o Grub como menu de boot por ser mais robusto
(na minha opinião é mais dificil de configurar), este item foge daquela
regra “se dá pre fazer no Slackware dá pra fazer em outras
distribuições”, mas é pré-requisito obrigatório pra chegar no grub.


O arquivo de configuração do Lilo é o /etc/lilo.conf, vou mostrar um
exemplo do lilo.conf comentado porque acho que é a forma mais fácil de
entender, algumas coisas não sei explicar para que funciona, mas sei que
não podem faltar.


Vamos escrever um lilo.conf para uma suposta maquina que contenha 2 hds,
um com Linux e outro com Windows, lembrando que os 2 poderiam estar no
mesmo hd.


Pode ser usado qualquer editor de texto do Linux, eu uso o Nano, o
comando ficaria assim


# nano /etc/lilo.conf


#Aqui começam as configurações globais

lba32 #Habilita este recurso no linux e não pode faltar

boot=/dev/hda #Na MBR de qual hd o lilo vai ficar (tem que ser no hd que
vai bootar)

prompt #Mostra o prompt

timeout=50 # Tempo em segundos que o menu vai ficar a sua disposição,
depois disso é selecionado automaticamente a opção default.

default = Linux # O sistema padrão, o que vem depois do = é o Label do
sistema que você quer que seja padrão.

#Aqui terminam as configurações globais


#Aqui começa a configuração da seção Linux

image=/boot/vmlinuz # Imagem do Kernel do Linux que fica no
diretorio /boot

label=Linux #Nome que referencia essa seção e que vai aparecer no menu.

root=/dev/hdb2 # partição com a imagem do Kernel

read-only # Isso é padrão, mesmo que a partição seja utilizada pra
leitura e escrita deixa assim mesmo.

#Aqui termina a configuração da seção Linux


#Aqui começam as configurações da seção Windows

other=/dev/sdb2 # Parti& ccedil;ão Windows

label = Windows XP#Nome que referencia essa seção e que vai aparecer no
menu.

table=/dev/sdb # Hd com Windows

#Aqui terminam as configurações da seção Windows


+X para sair, responda sim quando o nano perguntar se quer salvar,
claro!


Não acabou, as configura& ccedil;ões do lilo.conf não servem pra nada se não for
digitado o comando “lilo” no prompt, digite. Se tudo estiver certo o
comando lilo retornaria as duas seções que configuramos, ex:


Mais ou menos isso:

Added

Linux

Windows


Tá Pronto!


É claro que dá pra adicionar um monte de frescura no menu do lilo, mas
este não é nosso objetivo.

 
 

Comentários


Voltar
 
Desenvolvido por JeitoDigital  
Jeito Digital - - ©2012 - Todos os direitos reservados
w3c html5 acesso restrito Free DNS